Logo Baru Observatório

Emissões globais terão redução de apenas 2% até 2030, alerta ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um relatório, nesta terça-feira (14), alertando que os governos estão progredindo de maneira inadequada na diminuição das emissões de gases de efeito estufa, colocando em risco os impactos severos das mudanças climáticas.

Sagres

15 de novembro de 2023

Compartilhe nas redes sociais

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um relatório, nesta terça-feira (14), alertando que os governos estão progredindo de maneira inadequada na diminuição das emissões de gases de efeito estufa, colocando em risco os impactos severos das mudanças climáticas.

Esta informação antecede a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP28) em Dubai, onde líderes mundiais se reunirão para pressionar por ações climáticas mais robustas, incluindo a possível eliminação gradual dos combustíveis fósseis antes de 2050, marcada para o final deste mês.

“A COP28 precisa ser um ponto de virada histórico nesta década crítica”, afirmou o chefe da empresa estatal de petróleo dos Emirados Árabes Unidos, Sultan al-Jaber, que presidirá as discussões.

NDCs

Segundo o relatório, os atuais planos climáticos nacionais, conhecidos como Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs), indicam um aumento de 9% nas emissões até o final desta década, mesmo com a implementação total das NDCs. O documento ressalta que, mesmo com a plena implementação, as emissões de gases de efeito estufa só diminuiriam em 2% abaixo dos níveis de 2019 até 2030, apontando que a década atual será marcada pelo pico de emissões.

No entanto, essa redução de 2% está significativamente distante da meta necessária de 43%, conforme estabelecido pelo Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima da ONU, para evitar ultrapassar o limite de aquecimento de 1,5ºC, conforme estipulado no Acordo de Paris.

“A ambição global estagnou no ano passado e os planos climáticos nacionais estão notavelmente desalinhados com a ciência. O abismo entre a necessidade e a ação está mais ameaçador do que nunca”, comentou António Guterres, secretário-geral da ONU.

O Acordo de Paris, firmado em 2015, estipula que os países devem limitar o aumento da temperatura global para “bem abaixo” de 2ºC. A cada cinco anos, os países são obrigados a apresentar e atualizar suas NDCs. O relatório da ONU analisou quase 200 contribuições, incluindo 20 NDCs novas ou atualizadas submetidas até setembro de 2023.

*Este conteúdo está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). ODS 13 – Ação Global Contra a Mudança Climática

Leia mais:

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.