Logo Baru Observatório

Brasília recebe 3ª Marcha das Mulheres Indígenas a partir desta segunda (11)

Evento reúne mulheres do Brasil e de países convidados como Peru, Estados Unidos, Rússia, Malásia e Nova Zelândia. Entre os temas debatidos estão garimpo ilegal, violência de gênero e acessibilidade indígena à saúde mental.

G1 Goiás

12 de setembro de 2023

Compartilhe nas redes sociais

Brasília recebe, a partir desta segunda-feira (11), mulheres indígenas de todo o Brasil e de países convidados para a 3ª Marcha das Mulheres Indígenas. De acordo com a organização do encontro, representantes dos 26 estados brasileiros, além de mulheres indígenas do Peru, dos Estados Unidos, da Malásia, da Rússia e da Nova Zelândia participam do evento.

Com o tema "Mulheres Biomas em Defesa da Biodiversidade através das raízes ancestrais", elas debatem sobre garimpo ilegal, violência de gênero e acessibilidade indígena à saúde mental.

A mobilização será encerrada na quarta-feira (13), quando o grupo deve fazer uma marcha até o Congresso Nacional. O encontro é promovido pela Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade (Anmiga) e acontece no Eixo Cultural Ibero-Americano, na região central da capital federal.

A cofundadora da Anmiga e secretária substituta da Secretaria de Articulação e Promoção de Direitos Indígenas, Joziléia Kaingang, diz que a marcha deve receber em torno de 5 mil mulheres indígenas.

Joziléiaconta que a proposta é pensar sobre o território como um todo. "Nós já tratamos sobre o tema de reflorestar mentes. Queremos continuar com essa proposta de reflorestar as mentes da sociedade, pensando em um mundo mais justo e igual. Ainda queremos debater sobre o consumo desenfreado, que tem causado inúmeras mudanças climáticas", afirma.

Durante os três dias de evento, acontecem mesas de debate com mulheres e representações do governo.

LEIA TAMBÉM:

📱 Participe da comunidade do g1 DF no WhatsApp e receba as notícias no seu celular.

Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.