Logo Baru Observatório

Souzânia recebe coleta itinerante de embalagens de agrotóxicos nesta quinta-feira, 24/08

Unir a preservação ambiental ao cumprimento da legislação. Esta é uma das propostas do projeto ‘Chegou a hora de devolver as embalagens vazias de agrotóxicos’, que acontece nesta quinta-feira, 24, no Distrito de Souzânia, de 9h às 15 horas

Um placeholder qualquer

Letícia Jury

24 de agosto de 2023

Compartilhe nas redes sociais

De acordo com a médica veterinária da Emater, Géssyca Neves de Oliveira, a ação é continuada e já se realiza há três anos. A prefeitura municipal de Anápolis, Agrodefesa, Prefeitura de Campo Limpo de Goiás, Ariara  e Sindicato Rural são parceiros da iniciativa. 

Segundo Géssyca Oliveira, o projeto ‘Chegou a hora de devolver as embalagens vazias de agrotóxicos’, visa atender o pequeno e médio produtor, e conscientizá-lo do recolhimento responsável, ou seja, da maneira correta do descarte, e ao mesmo tempo alertar sobre a multa por descumprimento da Lei. “Além do fator legal, temos a responsabilidade de todos quanto a educação e a conscientização”, destaca. 

A veterinária orienta que o produtor deve lavar a embalagem três vezes, ainda no campo, quando ele estiver manipulando; manter a tampa, abrigar em local longe do sol, de animais e que não tenha contato com o solo; e devolver nos recebimento itinerantes ou no posto Ariara, que é uma associação dos comerciantes locais, instalado na saída para o distrito de Joanápolis, em Anápolis.

Ela diz ainda que é responsabilidade das empresas indicar na nota fiscal, que a embalagem precisa ser devolvida, estar associada a uma unidade de recebimento e também de conscientizar os agricultores acerca dos procedimentos corretos, assim como dos impactos ambientais.  “As embalagens precisam ser retiradas do campo, dar a destinação correta a elas, e é sempre necessário ressaltar a importância da logística reversa, pois a tríplice lavagem, faz com que a embalagem seja reutilizada, e não incinerada. Era comum antigamente ver embalagens jogadas em nascentes, nos rios, no solo e causando a contaminação de crianças e animais”, recorda. 

 

Alerta

A agricultura desempenha um papel crucial na sustentabilidade alimentar global, porém, o uso de agrotóxicos para proteger as colheitas pode ter impactos negativos no meio ambiente e na saúde humana. O descarte inadequado de embalagens vazias de agrotóxicos é uma preocupação constante, uma vez que esses resíduos podem causar contaminação do solo, água e ar, além de representarem riscos para os trabalhadores rurais e a população em geral. Para enfrentar esse desafio, programas de recolhimento responsável de embalagens vazias de agrotóxicos têm sido implementados como parte de um esforço conjunto para minimizar os impactos negativos do uso dessas substâncias.

As embalagens vazias de agrotóxicos muitas vezes contêm resíduos dessas substâncias, que podem se infiltrar no solo e atingir aquíferos, contaminando as fontes de água potável. Além disso, a queima ou o descarte inadequado dessas embalagens podem liberar compostos químicos tóxicos no ar, comprometendo a qualidade do ar e potencialmente afetando a saúde respiratória das pessoas, além de ocasionar outras doenças. 

A contaminação resultante do descarte inadequado de embalagens vazias de agrotóxicos também pode prejudicar a biodiversidade local. Os pesticidas podem afetar insetos polinizadores, como abelhas, que desempenham um papel fundamental na reprodução de muitas culturas agrícolas. A morte de organismos não-alvo e o desequilíbrio nos ecossistemas podem ter efeitos cascata, comprometendo a segurança alimentar e a saúde dos ecossistemas.

 

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.