Logo Baru Observatório

Yanomamis mortos por omissão de socorro pela falta de oxigênio

Apenas 10% do oxigênio foi entregue

Diário da Manhã

07 de setembro de 2023

Compartilhe nas redes sociais

PF e MPF investigam suspeita de crime de genocídio. Crime teria ocorrido ano passado, quando 90% do gás oxigênio comprado não foi entregue aos indígenas.

Duas empresas para serviços de recarga de oxigênio e insumos hospitalares estão sendo investigadas pela Polícia Federal que deflagrou nesta quarta-feira (6), a operação Hipóxia, que apura suspeita de superfaturamento na execução de contratos farmacêuticos ao Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (DSEI-Y).

Em 2022, foram adquiridas 4.500 recargas de três tamanhos de cilindros de oxigênio, porém, apenas 10% deste material foi entregue aos indígenas, segundo a PF e MPF.

A entrega seria distribuída a partir do polo de atendimento Surucucu. No certame, há indícios de direcionamento do resultado com atesto de notas fiscais fraudulentas. A suspeita é que a entrega nunca foi realizada, nem entregue aos Yanomamis.

Em Boa Vista, estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal de Roraima. As buscas e apreensões envolvem ex-coordenadores e ex-chefes de departamento da administração passada, ao todo, seis ex-servidores do Dsei estão envolvidos.

As investigações iniciaram a partir de uma denúncia recebida pelo MPF e ocorrem em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU). A CGU identificou várias irregularidades nas contratações destinadas ao povo Yanomami.

Os Yanomamis sofrem desde o ano passado com problemas de desnutrição e outras doenças graves devido as invasões dos garimpeiros de ouro, e a falta de oxigênio é apontada como uma das causas das mortes dos indígenas que precisam de atendimento de urgência.

A emergência sanitária ocorre no território indígena desde de janeiro deste ano. O maior fator de crise da região foi apontado pelo governo federal a desassistência na saúde e invasão dos garimpeiros às terras indígenas.

Operação Hipóxia - foi o nome escolhido pela PF à operação, e faz menção ao sintoma clínico devido a deficiência no fornecimento de oxigênio às células.

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.