Logo Baru Observatório

Pantanal: fogo já devastou área quase oito vezes maior que o Rio em 2023

Mais de 200 brigadistas estão em campo para combate às chamas em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Número da área queimada em 2023 é quase 200% maior do que o registrado em todo ano passado.

G1 Goiás

15 de novembro de 2023

Compartilhe nas redes sociais

O Pantanal volta a sofrer com mais uma temporada de fogo em 2023. Até novembro deste ano, 947.025 hectares do bioma que se espalha por Mato Grosso do Sul e Mato Grosso já foram consumidos pelas chamas. A área devastada é equivalente a quase oito vezes do tamanho da capital carioca, Rio de Janeiro.

Os dados são do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Lasa-UFRJ). Os números de área queimada até novembro de 2023 já são quase 200% superior ao registrado em todo o ano passado. Veja os dados nos gráficos abaixo:

Em Mato Grosso do Sul já foram 489.950 hectares queimados em 2023. Já em Mato Grosso, o número é de 456.725 ha. Entretanto, o percentual da área consumida nos estados também são diferentes. Em MS, pelo menos 5% da área do bioma já foram devastadas. No MT, 8,5%.

O vídeo mais acima mostra brigadistas durante combate às chamas no Parque Estadual do Pantanal do Rio Negro, local que mais perdeu área para o fogo. De acordo com os dados do Lasa, 34,34% do perímetro do parque já foram atingidos pelas chamas.

Quanto a concentração de chamas, outras duas áreas chamam atenção dos especialistas em Mato Grosso do Sul:

Nas Terra Indígena Tereza Cristina, mais da metade do perímetro já foram consumidos. Ao todo, 50,57% da área tiveram contato com as chamas, segundo os dados do Laboratório da UFRJ.

Outras duas áreas também aparecem em evidência:

O Parque Estadual Encontro das Águas em chamas é um risco à biodiversidade pantaneira. O local fica no encontro dos rios Cuiabá e Piquiri, na região de Porto Jofre.

A reserva tem 108 mil hectares e se pode ver a exuberância do Pantanal bem de perto. O parque é conhecido como o maior santuário das onças-pintadas do planeta. No vídeo mais acima, bióloga chora ao ver a destruição causada pelo fogo na região.

Nesta segunda (13), reunião emergencial entre representantes do Governo Federal definiu rumos para o enfrentamento dos incêndios no Pantanal. Ministros e representantes de órgãos ambientais decidiram enviar mais 90 brigadistas e quatro aeronaves ao bioma que arde em chamas.

Além dos brigadistas, equipamentos, outras três aeronaves e um caminhão do Centro Nacional de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (PrevFogo) também serão utilizados no combate das chamas.

Em Mato Grosso, o governo decretou situação de emergência ambiental nesta terça-feira (14). Apurado pelo g1, o decreto emergencial para cidades do Pantanal também deve ser assinado, hoje, em Mato Grosso do Sul.

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.