Logo Baru Observatório

O caminho das mulheres nos incêndios florestais

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) integrou a delegação brasileira no encontro internacional realizado em janeiro, em Lima, no Peru.

Baru Observatório

19 de fevereiro de 2024

Compartilhe nas redes sociais

 O evento reuniu 25 mulheres que atuam no combate a incêndios florestais em nove países da América Latina. O objetivo foi a troca de experiências sobre os desafios e avanços no trabalho de prevenção e resposta às ocorrências com fogo em áreas de preservação.   

“Essa experiência foi ótima, não só por ter sido sobre um tema que vem ao encontro com o que trabalhamos no ICMBio, mas principalmente por ter acontecido em um grupo só com mulheres”, avalia a analista ambiental Bianca Zorzi, que atua na Coordenação de Manejo Integrado do Fogo (CMIF) do ICMBio.   

Para a analista, o encontro foi uma oportunidade de discutir questões de gênero relacionadas ao universo de atuação profissional das participantes. “Ouvir as experiências desse grupo fantástico de mulheres traz força, ânimo, admiração e muita vontade de seguir atuando nessa área”, destacou. Além do ICMBio, a comitiva brasileira foi composta representantes da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) e por lideranças indígenas.   

O curso L-280, ministrado ao longo da semana, abordou os princípios fundamentais de liderança, proporcionando uma análise das características individuais e motivações necessárias para assumir papéis de liderança em combates a incêndios florestais.   

Promovidos pelo Serviço Florestal dos Estados Unidos (USFS) e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), estes cursos, que acontecem periodicamente, fazem parte de um programa de treinamento padrão, em andamento nos países da região, que buscam a uniformização da linguagem operacional no combate e prevenção de incêndios florestais. 

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.