Logo Baru Observatório

Brasil precisa investir R$ 228 bi para cumprir meta que assumiu no Acordo de Paris

O Brasil precisa investir R$ 228 bilhões se quiser cumprir a meta assumida no Acordo de Paris em 2015 de plantar 12 milhões de hectares de floresta até 2030. Apesar da cifra alta, os desdobramentos positivos no país prometem ser ainda maiores. É o que aponta um levantamento realizado pelo Instituto Escolhas, com os principais resultados de um estudo inédito.

Sagres

21 de agosto de 2023

Compartilhe nas redes sociais

O Brasil precisa investir R$ 228 bilhões se quiser cumprir a meta assumida no Acordo de Paris em 2015 de plantar 12 milhões de hectares de floresta até 2030. Apesar da cifra alta, os desdobramentos positivos no país prometem ser ainda maiores. É o que aponta um levantamento realizado pelo Instituto Escolhas, com os principais resultados de um estudo inédito.

De acordo com a pesquisa, além de viabilizar o cumprimento de uma meta climática importante, todo esse investimento poderia gerar R$ 776,5 bilhões em receita líquida e criar 2,5 milhões de novos postos de trabalho. Além disso, a aplicação dos modelos propostos resultaria, ainda, na produção de 1 bilhão de m³ (metros cúbicos) de madeira para comercialização e de 156 milhões de toneladas de alimentos.

Conforme o diretor executivo do Instituto Escolhas, Sergio Leitão, não é mais possível falar em desenvolvimento sustentável sem falar em recuperação florestal no Brasil. “A recuperação desses 12 milhões de hectares promete gerar índices expressivos de emprego e renda, enquanto remove 4,3 bilhões de toneladas de CO2 da atmosfera. É uma combinação perfeita entre a agenda socioeconômica e a agenda de mitigação da crise climática”, afirma.

Brasil precisa investir R$ 228 bilhões para cumprir meta que assumiu no Acordo de Paris (Fonte: Instituto Escolhas)

Longe da meta

Essa é a segunda vez que o Escolhas calcula o investimento necessário para o cumprimento da meta brasileira. O primeiro estudo, Quanto o Brasil precisa investir para recuperar 12 milhões de hectares de florestas?, teve lançamento meses depois da assinatura do acordo e chegou à cifra de R$ 52 bilhões.

Nesse sentido, desde o início de 2016, quando o Acordo de Paris passou a vigorar, o Brasil restaurou ativamente, por meio do plantio de árvores nativas, apenas 79 mil hectares, ou seja, 0,65% da meta brasileira. Os cálculos são do Observatório da Restauração e Reflorestamento

“Isso é menos de 1% da meta original. E, agora, temos que correr atrás do passivo gerado, do custo de não termos feito nada. Não podemos perder de vista, no entanto, que os resultados compensam o investimento, ainda que ele esteja quatro vezes maior”, pontua Leitão.

Ademais, segundo Sérgio Leitão, se toda a área prevista no compromisso do Brasil fosse reflorestada de forma ativa, seriam necessárias 8 bilhões de árvores. Para isso, contudo, Ministérios da Fazenda, Agricultura e Meio Ambiente, além do BNDES e outros bancos de fomento na Amazônia, precisam atuar em conjunto ativamente.

Este conteúdo está alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) ODS 13 – Ação global contra as mudanças climáticas

Leia mais

Caiado sanciona projeto para Política Estadual de Mobilidade Sustentável

Marina Silva considera urgente proteção ao Cerrado e destaca plano de combate ao desmatamento

Consórcio internacional que discute cidades como espaços educativos é lançado nesta semana em Brasília

© 2024 Baru Observatório - Alguns direitos reservados. Desenvolvido por baraus.dev.